domingo, 6 de junho de 2010

Com vocês, Criska!

E aí, galera! Tudo certo?

Bom pessoal, finalmente, apresento a vocês a Criska, nova colaboradora do blog! Não sei se vocês lembram, mas eu já citei ela aqui, no post "Seguindo na Contramão...":

"Vou dá como exemplo uma nova amiga minha, de Santa Catarina. Ela tem graduação em Ciências Contábeis, Direito e advoga e estuda a DOIS anos, apenas se preparando para exercer o cargo de Delta (delegada). Ela tem quase 12 horas diária de preparação, seja trabalhando/estudando/treinando. Olha que candidata extraordinária! Além de inteligente, é dedicada e persistente (e linda também!). Luta contra as mesmas adversidades que a maioria dos candidatos e mesmo assim não desiste. Ela tem tudo para ingressar na próxima turma de Delta, e sem dúvida estarei torcendo de todo o coração por ela. "

Pois é, deixa eu parar de babar o ovo dessa futura "delegata"... haushaushuas.

A Criska sorteou uma questão de Raciocínio Lógico da última prova de APF e a resolveu para postá-la aqui no blog. Então, vamos à resolução da Criska:


_________________________________________________________

Prova de Agente, 2009 – Raciocínio Lógico


A Polícia Federal brasileira identificou pelo menos 17 cidades de fronteira como locais de entrada ilegal de armas; 6 dessas cidades estão na fronteira do Mato Grosso do Sul (MS) com o Paraguai.
Internet: (com adaptações).
Considerando as informações do texto acima, julgue o próximo item.

69 - Se uma organização criminosa escolher 6 das 17 cidades citadas no texto, com exceção daquelas da fronteira do MS com o Paraguai, para a entrada ilegal de armas no Brasil, então essa organização terá mais de 500 maneiras diferentes de fazer essa escolha.

Primeiro deve-se tirar das opções da organização criminosa as cidades que estão na fronteira do MS com o Paraguai, que o problema manda excluir. Portanto, 17 – 6 = 11 cidades restantes para a escolha.
Agora, a organização vai escolher 6 cidades entre as 11. Portanto, 11 – 6 = 5 (não importa a escolha da rota, sempre ficarão 5 cidades de fora).
E agora separamos as 11 cidades em grupos de 6, sem esquecer que 5 ficarão excluídas das escolhas.
A fórmula de Combinações Simples é: Cn,p = n! / p! (n – p)!
Colocando os dados na fórmula, ficaria:
C11,6 = 11! /6 x (11 – 6)!
Resolvendo uma parte por vez, começando pelo 11:
11 x 10 x 9 x 8 x 7 x 6! / 6! x 5! (cortamos o 6! de cima e 6! de baixo). Fica:

11 x 10 x 9 x 8 x 7 / 5!

Agora cuidamos do 5!:
11 x 10 x 9 x 8 x 7 / 5 x 4 x 3 x 2

Simplificando...
Podemos simplificar o 10 com o 5, o 9 com o 3, o 8 com o 4, e o 2 com o 2. Assim, fica:
11 x 7 x 3 x 2 = 462 maneiras diferentes de escolher o caminho
Portanto, a resposta é ERRADO
_________________________________________________________

É isso aí, pessoal, espero que tenham gostado. Se Deus quiser, em breve será a própria Criska falando diretamente com vocês. Maaaas, enquanto isso, eu posto o material dela. E fiquem felizes, pois parece que vem muito mais material por aí, inclusive textos.

Se você, caro leitor, quiser colaborar com o blog também, fique a vontade! Mande um e-mail para perseguindoumsonho@gmail.com

Forte abraço, galera!

E rumo à Polícia Federal!

6 comentários:

  1. Jorge Oliveira Nicoletti6 de junho de 2010 21:11

    Gostaria que resolvesse as questões 54 a 57. Grato.

    ResponderExcluir
  2. Jorge, em breve a gente vai resolver mais questões e postar aqui no blog. Pode deixar que suas sugestões estão anotadas.

    Forte abraço.

    E rumo à PF!

    ResponderExcluir
  3. Bota aí uma foto dessa delegata

    ResponderExcluir
  4. ñ tem um jeito mais fácil d resolver?

    ResponderExcluir
  5. Nossa delegata é tímida, não gosta de holofotes.. hsaushauhsuas.

    Thiago, a Criska apontou um modo de encontrar a resposta. Se você descobrir outro, poste aqui pra gente por favor ;D

    Forte abraço.

    E rumo à PF!

    ResponderExcluir
  6. O calculo parece ser simples, porem é muito complexo, tenho uma imensa dificuldade nesses calculos, adoraria ser boa em numeros e péssima em letras/escrita.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. O feedback é importante para continuarmos a fazer o que fazemos.