domingo, 29 de julho de 2012

Sobre o Medo e o Herói...




Olá pessoal! Aqui é o Luka, novamente, como prometido ao meu irmão Eduardo Costa. Hoje eu deixo de lado um pouco os concursos, os estudos, para falar sobre o significado de Herói e a importância do medo. E acredite, não é uma tarefa fácil.

Ouvi da boca de um grande homem uma vez, que ele dormia e acordava com medo. E não era um homem qualquer. Era corajoso, bravo... um grande homem. Então eu me perguntava: como um homem tão impetuoso e soberano poderia conviver com o medo? Como alguém de tamanha grandeza poderia ser atingido por tal coisa? E vou mais longe: como alguém como ele, um HERÓI, convivia com o medo, assim como o dia convive com a noite, naturalmente?

Pois é, no começo eu não entendi. Confesso que isso me perturbou de tal forma, que eu preguei por muito tempo que o medo é algo inútil, que estraga nossos sonhos e atormenta nossas vidas. E ainda mais eu, que sempre tive um objetivo de me tornar um herói, como poderia conviver com o medo? Não, era inaceitável. Pra mim, o verdadeiro herói não deveria temer o medo. Pra mim, o herói era o homem intocável, sem nenhum temor, nem nada, capaz de combater qualquer tipo de força que pudesse atingir seus próximos e as outras pessoas.


E então esse homem me pegou pela mão, e me explicou o verdadeiro significado de SER HERÓI e o verdadeiro significado do Medo. Há anos, ele me apontou um pai, que levava a filha para o cabeleireiro. A filha, com 9 anos de idade, possuía câncer, e estava perdendo o cabelo. O pai levou a filha para cortar tudo de uma vez. Depois de raspar o cabelo, a criança caiu em choro, vendo-se sem o belo cabelo que tinha. O pai, olhando aquilo, pediu que raspasse o seu também. Virando-se para a filha, sem cabelo, falou para a pequena: “Viu filha? Agora eu estou tão bonito quanto você!”.

Depois, andamos pelas ruas da cidade, e paramos numa esquina. Lá, tinha um trailer, onde quatro pessoas serviam sopa e agasalhos para as pessoas das ruas. No fim, um dos desabrigados chegou para o líder do trailer e disse pra ele: “Você é um anjo da noite.” O homem, trasbordando em lágrimas, abraçou aquele desconhecido, e disse que só fazia seu trabalho...

E depois ele me marcou com algo que me tocou mais ainda. Uma foto, de um policial. O policial, numa ocorrência, fora baleado, tentando parar bandidos, e acabou falecendo logo em seguida. E eu pensei: “Deus...”. Só conseguia pensar nisso... seria um dos resultados para o que eu tanto quero? O homem me perguntou: “Você quer ser policial, não é? Você quer ter farda, arma, e glória... ou quer ajudar as pessoas?”. E aquela pergunta entrou como uma faca no meu coração. Fiquei amedrontado por meses. O medo tomou conta de mim. Eu podia morrer, escolhendo ser o que eu queria. E depois a pergunta voltou novamente: “Ou quer ajudar as pessoas?”. E foi aí que eu me dei conta. Eu estava exatamente onde eu queria estar.

Quantas vezes o medo daquele pai não tomou conta do seu coração, quando ele abraçava sua filha, sabendo que ela poderia morrer? Quantas vezes o medo não passou pela cabeça daquele senhor, sabendo que alguém poderia estar morrendo nas ruas e ele não fazia nada? Quantas vezes o medo não passou na mente daquele policial, no momento em que as balas zuniam em seu ouvido, e a morte se aproximava mais ainda? O pai fez de tudo para criar um sorriso no rosto da filha. O senhor tirou o dinheiro do bolso e deu comida aos desabrigados. O policial levantou-se e correu na direção contrária da multidão, para abater a ameaça. E isso fez deles heróis. O medo fez deles heróis. 

Para você ser um herói, não precisa de uma farda, ou de um distintivo. Essas coisas serão suas ferramentas, caso queira ser um policial de verdade. Um verdadeiro herói é um pai de família, que trabalha arduamente para alimentar sua esposa e seu filho; um herói é uma mãe que mesmo com três tipos de empregos diferentes, ainda acha tempo para ir ao treino de futebol do filho; um herói de verdade é o homem na noite que dá seu casaco para uma criança se cobrir do frio.


Então, se algum dia, o medo entrar na sua vida, te impedindo de concretizar seus sonhos e objetivos, não tente afastá-lo. Aceite-o. Respire fundo, e deixe-o entrar. Apenas com o medo, você será capaz de ver o verdadeiro mundo. E com o medo, você não terá escolha, entre fazer o que precisa ser feito. O medo fará você fazer coisas que você nunca imaginou poder fazer... Sabe por quê? Porque nunca tentou. O medo é apenas o motor que irá te impulsionar para a vitória.

Não pense em desistir com o medo de falhar. Aceite o medo e siga em frente. Não importa o que você seja ou queira ser... policial, médico, bombeiro, professor, advogado, contador... Para ajudar pessoas e ter um coração repleto de bondade, você precisa apenas agir.

Assim como na antiga postagem, eu digo novamente: siga em frente. As pessoas precisam de você. O homem que me disse isso, mora lá em cima, e está esperando por nós.

Uma boa semana, galera. Força e fé!

Luka Rizzieri

6 comentários:

  1. O sacrifico é passageiro, nossas conquistas sao para sempre!!! otimo post, do meu amigo LUKA !!! AQUELE ABRAÇO!!! FIRME NA LUTA!!!

    ResponderExcluir
  2. Lindo!!!
    Descobri que o medo é meu aliado quando comecei a estagiar na homicídios.
    Não, não pense que o sentimento do medo é seu concorrente. É ele que me dá forças. Ao menos pra mim, sim é minha gasolina.
    Sempre falaram que não tenho capacidade, perfil, jeito pra ser policial, isso dava medo. Mas fiz do medo meu aliado pra seguir em frente na busca do meu sonho, não deixando que ele tomasse conta de mim, tentando me desencorajar de tentar.
    Ao contrario, utilizo do medo como alavanca pra avançar sempre, nunca recuar.
    Temer a morte? Como se vc vive? É nossa única certeza oras.
    Falei da Homicídios pois foi ela que ajudou a contornar o medo, foi estando la dentro que me dei conta que NENHUM SENTIMENTO DE MEDO tiraria a minha maior vontade, a de AJUDAR AO PRÓXIMO. Sim, nem que seja com uma palavra, um sorriso, um tempo pra ouvir a outra pessoa. Sim, EU sonho em ser policial não apenas pra ter distintivo, andar de vtr por aí, ter porte de arma ou ganhar dinheiro. Até pq não se ganha dinheiro trabalhando honestamente na polícia do Brasil.
    Quero ser policial pq sei que minha existência nessa vida, aqui na terra, está entrelaçada com a ajuda ao próximo. E vi essa possibilidade apenas na policia, que foi o lugar onde me encontrei, consegui me ver fazendo aquilo até o fim da minha vida e como se pode ajudar dentro da polícia. Há muitas pessoas necessitando de ajuda e sim, eu sei que posso ajuda-las.
    Hoje já sou formada, não faço mais parte do quadro de estagiários da Policia Civil.
    Mas é agora que meu sonho está sendo construído, tijolo por tijolo, estudos e mais estudos, dedicação, garra e sobretudo amor!
    Adorei esse blog, volto sempre que posso, na folga dos livros, hehehehe, Adoro seus post`s Luka!
    Beijos!
    Andressa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito legal o tópico e os comentários. Estou numa fase punk, porque não passei na corrida do TAF com dores e agora to encontrando toda dificuldade novamente de estudar, trabalhar, treinar forte, ter alguma vida social e ainda por cima tem esse tal de medo ... ta f*da ...

      Excluir
  3. Achei esse espaço sem querer ... Há quase 1 ano resolvi investir naquilo que de certa forma acompanha minha vida desde que passei a entender-la.
    Estou estudando para PRF e como não podemos deixar p/ cima da hora a questão do preparo físico, utilizei a net afim de buscar orientações quanto a melhor forma de se preparar nesse quesito.
    Enfim, foi aí que o Google me direcionou p/ vcs. Confesso que fiquei bastante satisfeito, compartilhando inclusive alguns artigos...

    Galera, parabéns pelos artigos e dicas !


    Estarei sempre que possível visitando ... Estamos juntos neste ideal ...compartilhando nossos medos e a missão de ajudar / defender o próximo .


    Forte abraço !!!


    Pietro / RJ

    ResponderExcluir
  4. Bom dia... achei o seu site por acaso e esta me ajudando muito.
    Só que eu preciso muito esclarecer algumas duvidas. Alguem poderia me ajudar? simoniportes@hotmail.com

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. O feedback é importante para continuarmos a fazer o que fazemos.