segunda-feira, 7 de maio de 2012

Autoavaliação: erros e acertos


Nem vou começar o post me lamentando. Já vi gente reclamando, eu mesmo inclusive, mais do que o suficiente. A prova foi fácil? Não. Estava como esperávamos? Não, definitivamente não.

A prova foi atípica. Teve gente dizendo que estava como esperado, que isso e aqui foi moleza, etc. Eu acho tudo muito precipitado. Primeiro porque a prova não cobrou nem metade do que esperávamos, e do que nos preparamos pra responder. Segundo, porque foi confusa, ambígua e complicada, em diversos aspectos. E terceiro, pois a aparente superficialidade do conteúdo cobrado pode se revelar uma triste armadilha ante a divulgação do gabarito amanhã.



Chegou a hora de fazermos, independente dos resultados de amanhã, algo crucial: a autoavaliação do nosso próprio desempenho. Onde acertamos e, principalmente, onde erramos em nossa preparação? Como reagimos ante a prova? Claro, tenho certeza que nem os mais bens preparados (e conheço muitos deles, embora não me inclua nesse grupo) estariam 100% para a prova da forma que veio. Mas ainda assim, notei que muitos mantiveram a frieza e realizaram a prova inteira com maestria.

Eu cometi muitos erros. Muitos, muitos... Na preparação, especialmente, mas muitos na prova também. Vou comentar o meu caso, na esperança que sirva de parâmetro para vocês.

Na preparação

Enrolei demais, revia a mesma coisa várias vezes, repetia questão por achar mais cômodo do que ver novas. Foram alguns dos meus principais erros. A falta de disciplina, meu maior problema por boa parte do tempo, foi uma das causas que me fizeram perder grande quantidade do aproveitamento nos estudos.

Acho que outra coisa que poderia ter feito de diferente era ter feito mais simulados. Minha aversão a cursinhos acabou me afastando dessa importante ferramenta. Mas também não acredito que simulado algum teria me preparado para aquela prova,  mas me condicionaria a fazer prova com tempo, sobre assuntos  misturados, etc. É bem diferente de se fazer questões do CESPE sobre determinado tema dentro de uma matéria específica, e dentro da hora destinada ao estudo daquela matéria.

Quanto às disciplinas, dei muito mole em Contabilidade, Economia e RLM. Muito embora me faltasse material adequado, admito que não me esforcei pra procurá-los e começar os estudos o quanto antes, como deveria. Economia dei sorte, por ter o Luka Rizzieri como amigo e por ter acesso ao curso da brilhante (e lindíssima) Amanda Aires. À véspera da prova, esses dois me salvaram. Português também me mostrou que é o alicerce, a base de tudo, pois 26 questões de 120 não é nem de longe algo subestimável. Então, como lição ficou isso:

  • Disciplina nunca é excessiva e é sempre benéfica (quase uma premissa de RLM, não? Rsrs);
  • Português é a base de tudo. Não vá para prova acreditando que é tudo interpretação, pois não é. Um bom conhecimento de português te garante bom desempenho, não só na respectiva disciplina, como nas outras também.;
  • Não adie os estudos das matérias que não gosta ou tem dificuldade. É lição básica, mas às vezes, como aconteceu comigo, ela termina mascarada por desculpas como "falta de material" e crer que "outras disciplinas são mais importantes";
  • Use essa prova pra identificar as matérias em que tem maior ou menor dificuldade. Descobrindo-as, invista nelas!
  • Faça simulados! Ainda que seja uma alopração só, a experiência de ficar 5 horas sentados e ter que responder a 120 questões + 1 redação nos moldes da banca (ainda que os cursinhos insistam em fugir do conteúdo programático) já é válida, e muito. É, talvez, meu maior arrependimento;
Na prova

Bem, esse tópico é mais depressivo... rsrs. Acho que o maior erro que cometi foi chutar demais. Claro que, como a maioria, só o fiz porque tinha certeza que, só com as que tinha certeza, não passaria. E é claro, no CESPE, é muito mais fácil encontrar ERRADO do que CERTO, e é justamente onde mora o perigo, pois passamos a "ver", involuntariamente, erros onde não há.

A redação foi polêmica, e nem vou entrar no mérito de ter que responder as duas questões ou escrever um texto, ou etc., apesar de ter uma opinião bem clara sobre o assunto. De todo modo, não sei se a todos, mas me surpreendeu. Primeiro porque esperava dissertar sobre algum tema de atualidades envolvendo a atividade de segurança ou policial, algo relacionado às fronteiras ou à segurança dos grandes eventos. Mas, pra mim, foi completamente atípica aquele modelo de redação. Me senti no "se vira nos 30"... rsrs.

O tempo me apertou. Passou mais rápido do que esperava (e por isso ressalto a importância do simulado), e terminei a prova efetivamente faltando 30 min para o término. 

Também marquei uma bobeira ENORME na hora de passar para o gabarito. Erro infantil, e que me custou dois pontos. 


De forma geral, essa prova foi, na pior de todas as hipóteses, uma puta experiência. Foi ou não foi? O fato de não cobrarem nem metade do que esperávamos, a sensação e a forma de lidar com a surpresa, a reação ante o vislumbre da concorrência (muita, muita, muuuuuuita gente no meu local de prova), etc. Tudo serviu de aprendizado. Pena que em 2009 não tinha a maturidade que tenho hoje, pois se não a teria feito e poderia servir para a de ontem, e talvez o baque fosse menor.

De toda forma, não adianta chorar pelo leite derramado. Alguns dias de folga (e hoje está sendo muito estranho pra mim não ter nada pra ler... rsrs), e voltamos à ativa. Afinal, haverão outros concursos, e independente do resultado, cada coisa que nos acontece contribui para definir o que somos. Portanto, após conferir os resultados, chorem, esperneiem, comemorem, e voltem ao trabalho.

Abraço forte a todos e, não desistindo,
Rumo à Polícia Federal!

28 comentários:

  1. É..., é esperar o kinderovo, quer dizer, gabarito do cespe amanhã...

    ResponderExcluir
  2. É, foi uma puta experiência, tenho que admitir. Foi uma prova difícil, realmente, mas algo me diz que ainda não acabou.

    RÁ! Eu falei que ia fazer você aprender aquele caralho de matéria.

    ResponderExcluir
  3. Amigo, sábias palavras. Sorte e Fé.

    ResponderExcluir
  4. Mas qual foi a sua pontuação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não foi divulgado o gabarito preliminar, então não tem como saber. Isso é auto-avaliação que é feita com a doutrina e a prova em mãos.

      Excluir
    2. Como disse o Edgar, Thales, só saberei amanhã a noite. =D

      Excluir
    3. Assim..é que fiz minha pontuação em cima do gabarito extra oficial que saiu..ansiedade né rsrsr

      Excluir
  5. Ansiedade em esperar o gabarito oficial, e sorte para todos.

    ResponderExcluir
  6. É Eduardo, eu como você também vacilei em não ter dado tanta importância na contabilidade como deveria. Sempre que olhava para o material de estudo acabava decidindo estudar outra matéria que seria mais cobrada, como "Legislação Especial"...kkk... Ledo engano. Mas agora é o momento de amadurecermos com nossos erros, foco nas matérias que erramos e rumo a PF!!!

    ResponderExcluir
  7. Edu, tu sabes como o Hermes foi? Vcs nem entram mais no msn..e facebook eu já excluí da minha vida há "anos" uhaeuhauehauheuaheuha manda notícias pro meu email! (ellison . cocino hotmail.com

    Forte abraço,

    Ellison Cocino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele foi razoável, Ellison. Mas ele ficou bastante chateado, mas já voltando aos estudos pra EPF, ao que parece.

      Excluir
  8. Concordo plenamente com você Eduardo. Aposto que essa prova supreendeu muita gente.

    ResponderExcluir
  9. porra velho, obrigado por escrever esse texto, sai muito triste com as mudanças da prova e admito que tenho me emocionado muito desde então . Que Deus reconheça nossos esforços ...

    ResponderExcluir
  10. ....Que DEUS reconheça nossos esforços!!! É isso aí, nossa parte foi feita. Estudamos demais para tão pouco... Entendam pouco de forma " pejorativa mesmo"!!!

    Há alguns anos, durante a leitura de um livro, me deparei com uma frase que de alguma forma hoje faz sentido : ....." De tanto olhar para longe, não vejo o que passa perto".

    Abraço à todos.
    Fábio

    ResponderExcluir
  11. Agora é força para RECOMEÇAR!

    E é algo realmente estranho, não ter nada para ler, estudar, se preocupar. Sinto-me como um cachorro que caiu da mudança.
    Nu com a mão no bolso. rsrsrs

    Confesso que pensei em desistir da PF, pois essa prova, para mim, foi um choque, muito mais difícil que a prova de 2009.
    Em 2009 pensei "Ah, não é algo impossível, vamos estudar". 2012, já não sei o que pensar.
    Não é fácil, passar horas, meses estudando, se preparando, chegar lá e tomar uma dessa na fuça.

    Agora, mais do que nunca, força, crer e se preparar para o recomeço.

    Abs

    ResponderExcluir
  12. Realmente como disse o amigo acima, foi uma porrada na fuça!! Mais de 6 meses estudando, anos desejando.

    E cara, é muito estranho aquele monte de livro na estante e não ter o que ler !!! Eu ainda não saquei que falhei tão miseravelmente nessa prova. Depois de gastar dinheiro que tinha e não tinha em treinamentos, livros e academia...

    Enfim, a culpa não é da prova.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A frustração é normal, Ed, mas não pode se deixar abater! Quantos ralaram anos e anos pra entrar no DPF? Não foram muitos os "Sandros" e "Bentinis" da vida lá dentro.

      Portanto, levanta, sacode a poeira e volte aos estudos assim que se recompor. Perder uma batalha não significa perder a guerra.

      Excluir
  13. De um modo geral Eu fui péssimo, pois marquei apenas 61 questões. A parte de TI teve muita "pegadinha". Uma delas foi aquela pergunta sobre alterar o nome do arquivo. Geralmente Eu faço aquilo lá nos "detalhes" da aba propriedades. Me enganei achando que as mesma informações de data da criação e modificação do arquivo iria aparecer em detalhes, uma vez que aparece automaticamente nas informações gerais. O que me deixa sem entender é que tipo importância uma questão dessa tem para um policial. Com relação a parte de contabilidade, quem estudou pelo menos um pouco daria conta de resolver aquelas duas questões que foram básicas. Apenas sabendo os conceitos de ativo, passivo e patrimônio liquido era suficiente para resolver.
    Já na parte de economia infelizmente não fiz nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo, concordo com vc ... acho importante sim cobrar informática, mas algumas questões não medem conhecimento algum ... enfim .... me supreendi com a parte de contabilidade ... foi a matéria que menos estudei e qdo fazia exercícios de balanço financeiro, errava todos! só fui pegar contabilidade faltando 20min pra acabar a prova e pra minha surpresa, consegui resolver 2 principais questões sobre o assunto!
      Não aguentei de ansiedade e conferi o gabarito extraoficial, não fui bem ... fiquei longe de uma classificação ... bateu um desânimo enorme! Mas ao menos tivemos a oportunidade de passar por uma experiência de uma prova dessas! as próximas serão mais tranquilas ... pois já estaremos "calejados".

      Excluir
  14. Galera!! Venho sempre acompanhando o Blog. Muito bom por sinal.
    Decidi hoje postar.
    Nossa que Prova, achei também confusa apesar de ter feito já outras provas do CESPE. A Redação,que loucira (Se Virá nos 30 mesmo) Masdeu para desenvolver um bom texto.
    Nem os professores mais experientes acertariam a proposta da Redação.
    Vamos esperar o resultado amanhã. Estou confiante. Boa Sorte a todos...

    ResponderExcluir
  15. Não fui bem ... no final das contas fiquei com 58 ... engraçado que no gabarito extraoficial do ALFA concursos tinha ficado com 68 ... como pode os professores de direito no curso errarem tanto ... e nós mortais sem formação em direito ter a obrigação de acertar com toda pressão do mundo, de tempo, de outras matérias ... enfim ... vamos que vamos ... desistir jamais. Para os amigos donos do Blog nao entendi se foram bem o suficiente ou não ... mas de toda forma queria dizer que são vitoriosos pelo que fizeram, pela motivação e pela ajuda com os materiais ... abs.

    ResponderExcluir
  16. Já vi uma questão de contabilidade que no gabarito do Cespe está errado.

    Veja bem: entre as obrigações (que ficam no passivo) temos:
    - empréstimos a pagar 38.500
    - despesas de agua, luz, telefone 15.000
    - despesas de alugueis 8.000
    etc

    Tem outras, mas somente estas já resolvem a questão sobre a soma dos ativos e passivos. Ora, se somente a despesa de "empréstimos a pagar" já é 38.500, somando todas as outras o valor fica bem maior, algo em torno de 63.5000. Isso já matava a questão. A soma dos ativos tbm é um valor maior. No gabarito que peguei agora pouco consta como certo os valores de 121.000 de ativos e 38.500 de passivo. Fica a dica de recurso. Eu fui mau na prova, como já citei acima. Quer dizer, das 61 que marquei errei 20.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um usuário de fórum me corrigiu e segundo ele a questão está correta. Segue:

      "A questão está correta! O problema é que você está considerando as contas de despesa e receita no BP. Nessa questão o passivo é mesmo 38.500, as outras contas que você citou são de despesa, incluídas na DRE."

      Excluir
  17. Moçadinha, aparada é a seguinte:
    -foi minha 1ª prova;
    - estudo sozinho desde maio de 2010;
    - trabalho, sou casado e pai de um pedacinho de Sol de 2 anos de idade;
    - não tinha a menor idéia de uma prova CESP;
    - tampouco formação em área de humanas,
    - respondi corretamente: 74 questões!
    - estou aborrecido com isto pois a redação foi um coice de mula (afinal, conversar é uma coisa, escrever é outra).
    Vi gente aí postando ter estudado 6 meses e coisa e tal!
    O sujeito querer passar num concurso da PF, salariozinho legal; um puta trampo da hora; disputar com mais de 200 candidto/vaga... e achar que vai passar?!?!?! Tá de brincadeirinha 02?

    ResponderExcluir
  18. Galerinha, vou deixar meu relato aqui sobre a prova também, minha primeira prova cesp! estudei 3 meses, sem perpectiva de passar claro, servir como experiência! fui com objetivo de fazer somente as que eu tinha certeza, que foram um total de 54 questão - pensei pô, desta 54 posso equivocar em 10% - ai mandei no chute 25 questão, bateu o arrependimento ai terminei de preencher, totalizando 28 liquidas.
    Estratégica errónea a que eu utilizei, claro. mas vale a experiência. "fiz, conforme um site de concurso deu a dica, balanciar a prova, em certo e errado" outra dica que não vou mais utilizar, ir por conversa dos outros... mas para o próximo vou estar preparado.
    FICA A PERGUNTA: VERDADE QUE ANO QUE VEM, VÃO ABRIR MAIS 500 VAGAS?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que sim. Veja a informações sobre o prazo de validade do concurso:

      "O presente concurso terá como prazo de validade 30 dias, prorrogáveis uma única vez por igual
      período, contados a partir da data de publicação da Portaria de homologação do resultado final do
      Curso de Formação Profissional."

      Acredito que esteja precisando de mais e que este concurso foi meio que "urgente".

      Excluir
    2. O de 2009 também tinha este mesmo prazo, 30 dias prorrogável por mais 30 dias.
      Sobre um concurso em 2013 eu não acredito, mas sim que vão chamar além das 500 vagas, talvez uns 700.
      Para um novo concurso tem que pedir autorização novamente para mais vagas e sabemos o quanto isso demora.

      Deixo uma frase aos amigos que vi em vários locais:

      Sonhar é preciso, agir na direção da realização de um sonho é fundamental. Caminhar na direção certa, caminhar com a ajuda de Deus, mas, inexoravelmente, caminhar até chegar.

      Se você foi mal na prova ou foi bem, você deve continuar estudando, afinal, teremos outro concurso talvez em dois ou 3 anos, ou teremos que utilizar parte dos conhecimentos da prova do curso de Formação.

      Abraços

      Excluir

Deixe aqui seu comentário. O feedback é importante para continuarmos a fazer o que fazemos.