sábado, 4 de dezembro de 2010

Mudança de Paradigma


Eu sempre fui um fã de cultura mítico-religiosa oriental. Uma da coisas mais interessantes que aprendi foi a respeito da "mudança de paradigma". Mais tarde isso vai ser incorporado a diversas filosofias mítico-religiosas ocidentais, mas originalmente ela vem da cultura hinduísta, se não me engano.

"Tá, Edu, mas e daí? O que a tal 'mudança de paradigma' tem a ver comigo ou com o concurso?"

Acontece que aprendi que a mudança de paradigma é uma das armas mais poderosas que nós, candidatos, temos a nosso favor. Isso porque a tal mudança vai possibilitar que você mude a realidade, pelo menos na sua cabeça. Para quem não está entendendo ainda, explico melhor a seguir.



É comum a gente vê as coisas de um modo muito claro: bem, mal, certo, errado, preto, branco. Ou estudamos "bem" ou estudamos "mal", ou é "proveitoso", ou é "péssimo", ou a nossa vida tá "ótima" ou tá "uma merda". William Douglas fala em seu livro sobre a mudança de paradigma, afirmando que o nosso cérebro tem como "padrão" a idéia de encaixar tudo num sistema lógico assimilável, isto é, transforma a realidade em algo cimentado, em um paradigma. No entanto, essa nossa mania de polarizar tudo pode ser mudada, e é isso que a "mudança de paradigma" prega. Esses paradigmas que estabelecemos para nós mesmos são amarras, amarras que podem ser desfeitas e que, quando isso acontecer, nos possibilita a alcançarmos um potencial incrível, nos estudos e em bem-estar pessoal.

Tudo se trata de aprender a ver as coisas de outro modo. Lembremos do famoso exemplo de Thomas Edison, que quando questionado sobre seus fracassos nas invenções, afirmou: "Eu não falhei - encontrei 10 mil soluções que não davam certo". E é exatamente assim que devemos enxergar as coisas. Se o estudo não tá proveitoso, não o está por que? O método que você usa não está funcionando? Então você não esteve fracassando em estudar, amigo, apenas descobriu mais um, dos infinitos métodos de estudos, que não funcionam com você. Economizou tempo descobrindo isso agora para não perder mais tarde.

Amigos, se vocês não estão confiantes para o concurso, vocês só tem duas saídas: ou mudam de paradigma e começam a exergar as coisas de maneira bem mais otimista (e isso foi escrito por um antigo pessimista convicto), ou você desiste. O tempo que você vai gastar sendo pessimista, negativo, percebendo "erros" ao invés de "insucessos", é o tempo gigantesco de estudo perdido pela sua não-convicção.

Eu tenho como exemplo notável para mim a Criska. De verdade. Ela é uma mulher, filha de alguém, trabalhadora, estudante, candidata, esportista, atiradora... E faz tudo isso sem desanimar! E se você questionar como ela consegue isso, ela provavelmente dirá "é assim, se você quiser passar no concurso", ou a frase que adoro, "o concurso está sendo decidido agora", e é a pura verdade.

Então, se vocês estão desanimados, na mudança de paradigma vocês encontraram um tesouro. Como eu disse antes, ao mudar o paradigma, você muda a realidade na sua mente e, consequentemente, mudará suas atitudes. Assim sendo, você muda ou não a realidade, de fato? Claro que muda! Parafraseando William Douglas de novo, as pessoas tendem a se focar mais nos problemas do que na solução dos mesmos. E se, mudando a perspectiva, não for de fato um problema, mas só um aspecto do todo?

Aprendam a mudar o modo de exergar as coisas que aprenderão a mudar a si mesmos.

Um forte abraço a todos vocês.
E rumo à POLÍCIA FEDERAL.

____________________________________________________________________

OBS: Essa semana muitos de nós ficamos muitíssimos tristes com a despedida da Criska, que ficará impossibilitada de manter seu blog devido a uma "promoção" em sua carreira na advocacia. Eu mesmo fiquei muito chateado com isso, pois lembro que assim que começei o "Perseguindo um sonho", Criska me procurou e escrevia bastantes artigos para cá e tomou a iniciativa de criar o próprio blog, a qual apoiei completamente.

Sugiro a todos uma mudança de paradigma: que, ao invés de ficarmos triste por não podermos contar com os conteúdos da Criska, fiquemos felizes por sua promoção, na Escola de Magistratura, que a própria só fará como mais um "estágio" para seu futuro cargo de delegada. Parabéns, Criska. Estou muito feliz por você.

OBS 2: Me mandarão muitos e-mails reclamando que eu não postei essa semana. Me desculpem, pessoal. Semana de provas, sabem como é... Mas agora estou de novo aqui, com força total. Críticas, sugestões e elogios: eduardo_costa134@yahoo.com.br

OBS 3: O meu amigo Davi Moura pediu para que eu fizesse uma nota de falecimento esta semana do ator Leslie Nielsen. Assim como ele, fiquei muito triste com a notícia, pois o adorava. Para quem não lembra, Leslie Nielsen é o ator que interpreta o eterno policial Frank Drebin, da trilogia "Corra Que a Polícia Vem Aí!". Nosso pesar =/

19 comentários:

  1. Oi amore!... :)

    Nossa, que honra saber que sou exemplo pra você. Pára com isso que eu fico sem graça! :P
    Mas vou falar o que, né... se alguém quer passar no concurso, tem que se virar em 10. Não tem outro jeito.

    Eu sei que *devia* ter contado sobre minha aprovação pelo menos aos amigos mais próximos, mas quis manter segredo até sair a lista definitiva pra ninguém botar olho gordo em cima. he he he :P

    A EM vai ser o que faltava para o meu preparo, eu realmente precisava disso. E você, não se atreva a me esquecer! Me escreva sempre, porque eu vou escrever XD

    beijões

    ResponderExcluir
  2. Muito legal o post hermano.
    Esta questão de mudança de como visualizamos as coisas faz mt diferença.
    E Criska, parabéns aí. Com ctz te ajudará mt no preparo para delta federal.
    Abçs pessoal

    ResponderExcluir
  3. É Du.

    Realmente é uma pena a história da Criska. Vc, como muitos aqui, estimava muito ela, e ela era um exemplo também para todos nós. Mas tenho certeza que ela continuará sendo dentro do DPF quando nos encontrarmos com ela chefiando alguma operação que nós iremos fazer parte! hahahaha

    E sobre o texto, exatamente isso, para atingir objetivos maiores temos que mudar. "Se vc fizer o que sempre fez, vai atingir os resultados que sempre conseguiu.", e é exatamente assim que acontece.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. Escola da Magistratura tem a ver sim com delegado de polícia, tem umas coisas que ela vai estudar que não combinam, por exemplo: Direito de família. Mas é melhor ela estudar pela escola da Magistratura do q fazer cursinho, me desculpe Anônimo, a prova da PF tá cada vez + jurídica, ninguém tem dúvidas disso, e o nível de estudo vai ser 100000X mais alto que cursinho, ela me mandou por email a grade de disciplinas e é bem parecido com o edital dela sim. Me desculpa mas além disso se ela preferir depois fazer pra juíza em vez de delegada, já vai sair pronta da escola da Magistratura.

    ResponderExcluir
  5. Caro Eduardo! Parabéns pelo texto, seu excelente blog é cada vez mais inspirador aos candidatos. Arrisco dizer que é um dos melhores blogs sobre concurso público da atualidade.

    De fato, uma visão positiva das coisas pode fazer a diferença na maioria das vezes, e devemos aprender a mudar nossos paradigmas quando sentirmos desânimo em relação a nós mesmos ou às nossas perspectivas. Concordo com vc em número, gênero e grau. Parabéns! Continue sempre escrevendo estes excelentes textos.

    Quando a Criska, percebo que todos aqui a admiram e estimam, e pelas poucas vezes que tive oportunidade de travar algum diálogo com ela via Msn, percebi que se trata de alguém humilde e inteligentíssima, merecedora deste apreço.

    Entretanto, salvo engano, honestamente tenho a impressão que ela fará o concurso para a Magistratura e não para a PF. Discordo tanto do "Anônimo" acima quanto da colega Larissa. Do primeiro, porque uma Escola da Magistratura prepara o aluno dentro do mais puro Direito e já está comprovada a "juridicalização" das provas da Polícia Federal, ao menos de delta, uma vez que será excluído Raciocínio Lógico e Informática e muito provavelmente incluída a temida prova oral. Mesmo porque um conhecido meu estava cursando a Escola da Magistratura porque pretendia ser juíz, acabou fazendo o último concurso de delegado da PF e passou. Da segunda, discordo no sentido de que não é uma nem algumas coisas que não são compatíveis com o concurso da PF, e sim quase todo o Módulo II e o III. Pensam que a Criska não leu o edital e a grade curricular antes de entrar para a Escola da Magistratura? Claro que leu e sabe muito bem o que vai estudar lá, ou seja, ela sabe o que está fazendo.

    Alie-se a isso o fechamento do blog e o fato que a algumas semanas atrás em uma conversa coletiva via Msn ela "deixou escapar" que sempre sentiu muita decepção com certos aspectos da carreira da Polícia Federal, que ela presenciou de perto (visto que não é segredo nenhum que já foi casada com um APF) e que considerava a Magistratura e o Ministério Público as melhores carreiras. Fato que quem estava presente na conversa presenciou, inclusive a Larissa acima.
    Ela só não está admitindo. Esperem pra ver.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  8. Os anônimos poderiam começar a se nomear, pq fica difícil reconhecer quem é quem... rsrs.

    Ao anônimo que me elogiou e ao blog, muitíssimo obrigado, amigo. Fica aí meu apreço.

    Quanto a Criska... pelo amor de Deus, gente. Deixem-na fazer o que quiser. De todo modo, ela está bem, feliz e pronta para começar uma nova fase de sua vida. Fiquemos felizes por ela.

    Abraço a todos.
    E rumo à PF!

    ResponderExcluir
  9. Alessandro Albrecht4 de dezembro de 2010 22:22

    Assim como a maioria de vcs e como o Eduardo, também sou amigo da Criska, e achei um pouco estranho a escolha de uma escola da magistrtura depois dela direcionar a vida toda para a Polícia Federal, estranho ela jogar tudo fora a essa altura do campeonato e dar uma guinada.


    Estranho, sim, mas impossível, não. Ela deve ter seus motivos pra fazer o que está fazendo, que devem ser muito fortes, e se ela se sentir confortável para nos contar, ótimo, se não está contando a verdade, também deve ter motivos fortes pra não fazer isso.


    Eu só não curto que julguem, porque não sabemos o que está acontecendo de verdade, pode ser que ela tenha simplesmente mudado de idéia; Mas como podemos saber que nós estamos certos e ela errada e não o contário? pode ser que ela esteja certa e nós somos os ingênuos por achar que a PF é a melhor escolha.


    Enfim, como um dos anônimos falou: pior pra PF, vai perder uma excelente delegada. Porém se assim for, a culpa é dos dirigentes da instituição, que estão perdendo os melhores profissionais por conta do descaso(assim como ela desistiu, muitos outros que seriam excelesntes delegados, agentes, etc., estão desistindo por causa(provavelmente) de péssimas condições de trabalho, coletes vencidos, falta de recursos, etc.)

    Eduardo, me desculpe pelo comentário estar soando como um desabafo, mas não podemos deixar passar em branco que assim como a nossa amiga Criska desistiu (com toda a qualificação que ela tem, que é de espantar), outros candidatos inteligentes, competentes, honestos, qualificados, etc. estão migrando para outros concursos de outras áreas que oferecem melhores condições de trabalho.


    E desse jeito nossa Polícia Federal, que tinha condições de se tornar uma instituição cada vez mais forte, está deixando ir embora gente que ia nos ajudar a fazer a diferença e as coisas vão permanecer como estão, com agentes sendo jogados à própria sorte, delegacias com teto esburacado (a da minha cidade é assim).


    Eu lembro que uma vez a Criska (faz muito tempo) comentou sobre as injustiças que o marido dela, e outros agentes sofriam, e tinham que engolir os sapos porque se alguém falasse alguma coisa mexia num vespeiro. Inclusive uma vez que ele e mais alguns agentes foram humilhados por uma promotora (ela deve ter te contado essa história). É só ler o livro do grande Sandro Araújo pra ter uma idéia.


    Não quero julgar a Criska, ela deve saber o que é melhor para si, eu vou torcer por ela qualquer que seja o caminho que escolher (acho que todos aqui também). Pra mim não faz diferença se ela vai comandar uma operação que nós vamos participar ou se vai expedir um mandado para nós cumprirmos, eu sei que ela vai fazer qualquer um dos dois com a mesma competência. É só que estou um pouco revoltado com o descaso da administração da PF.


    Existem profissionais muito bons na PF, eu mesmo conheço pessoalmente vários, mas outros tantos candidatos que seriam bons estão caindo fora, porra! (com o perdão da palavra). Veja vc mesmo como exemplo: cara, vc estuda pra caralho, é honesto, é inteligente pra dedéu, e daria o sangue pela PF. Ai vc se mata de estudar, faz todos os sacrifícios e sai da ANP direto pra fronteira onde lá encontra péssimos equipamentos e condições de trabalho ridículas, enfrenta traficantes com armas mais novas e mais potentes como aconteceu com aquele novinho que morreu faz poucos dias. Ai vc se pergunta o que tá fazendo lá! Porque morrer pela pátria é uma coisa, mas morrer de otário é outra. Enquanto APF é bucha de canhão, governo tá enchendo o bolso e desviando verbas. Porque cadê o dinheiro pra comprar lancha descente e armas? O dinheiro existe, mas onde é que está?


    É isso, desculpe o desabafo, é que fiquei revoltado. Se quiser trocar uma idéia, meu email é alessandroalbrecht@yahoo.com.br


    Abs

    ResponderExcluir
  10. Parabéns Alessandro! Até que em fim apareceu alguém com bom-senso

    ResponderExcluir
  11. Pessoal, removi alguns comentários anônimos porque acabaram desvirtuando o post, que não é sobre a carreira da Criska, mas sobre como mudar o ponto de vista pode nos ajudar a alcançar nossos sonhos.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Censura???? Retirar comentários.. affffffff...Seu blog é público, liberado para todos... se vc quer restringir comentários, evite você mesmo começar a falar sobre o assunto no seu post(você comentou da Criska), e coloque um filtro e só libere a entrada dos seus "favoritos".
    Eu gosto do seu seu blog e das matérias colocadas aqui... mas dai a sair apagando post acho que você começa a vacilar, pois ninguém ofendeu, muito pelo contrário, e opinião é assim mesmo, cada um tem a sua, desde que nao ofensiva nao vejo problema, e se é aberto para postar, nós postamos e comentamos. Se você começa a apagar os comentários que não lhe agrada, ai fica difícil comentar alguma coisa.

    ResponderExcluir
  13. Júnior, não é questão disso.

    Eu ADORO comentários, e sempre peço pra que comentem. Acontece que se está falando de OUTRA PESSOA, que não veio aqui responder, e sob anonimato ainda por cima.

    Comentário são muito bem vindos, e não ligo para anonimatos, excerto quando se exprimir opinião sobre outra pessoa, o que implica lei (se você estuda para o concurso, Jr., tem que lembrar do Art.5° da CF: "é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato").

    Abração a todos =D

    ResponderExcluir
  14. Eduardo.. só sei de uma coisa... Quero mais é encontrar toda essa galera em Brasília. Vou passar para Delta, vc para Agente etc...
    Que entre todos que como nós, querem de CORAÇÃO, por VOCAÇÃO, ser PF!!!

    ResponderExcluir
  15. Edu, de boa, ninguém tava xingando a Criska, pelo contrário, foram só elogios, e alguns conselhos, mas tudo de boa em forma de amizade, agora não pode mais falar nada aqui sobre outras pessoas? Se ainda fosse xingamento ou ofensa. Mas todo mundo só elogiou ela, até os anônimos todos. Se vc não quer comentários anônimos então porque vc permite?

    ResponderExcluir
  16. boooooooaaaaaaaaaaaaaaaaa... concordo com o comentário acima.

    ResponderExcluir
  17. Puts, pessoal gosta de uma zoeira.
    Deixa a garota. Se ela quer estudar na EM com fins de delta federal, ok...
    Se decidir mudar de foco, ok tb. Problema é da menina pessoal.
    Galera postar sobre ex-namorado da garota..., nada a ver.
    Não houve ofensa, mas se esconder na máscara de anônimo é mole!
    O Eduardo posta uma parada e cita a menina por questão de amizade, e o pessoal fica viajando com o que ela deveria decidir.
    Até conversas de msn foram citadas...
    Vamos voltar ao foco pessoal. Cada um que cuide de si.
    Abçs

    ResponderExcluir
  18. Junior, também espero ver todos vocês lá em Brasília, juntos ;D

    Aos anônimos, desculpem, rapaziada. Se errei em algo, foi em não ter consultado a Criska, se ela se importava ou não, antes de apagar. Só isso, também. De resto, reitero o que disse.

    Entendam que eu apenas senti que poderia incomodá-la. É expor demais, discuti o que ela faz ou deixa de fazer... Enfim, não acho legal. Permito postagens anônimas, galera, pra facilitar a própria vida de vocês. Eu sei como é um saco ficar preenchendo nome, e-mail, etc, para poder postar um comentário, e isso desestimula. É só vê nos outros tópicos que, na maioria das vezes, os anônimos se identificam.

    Enfim, acho que é tudo uma questão infrutífera, e que já rendeu demais.

    Rodrigo, obrigado, irmão. Sintetizou bem o que eu queria deixar claro.

    Novamente, abração a todos.
    E rumo à Polícia Federal

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. O feedback é importante para continuarmos a fazer o que fazemos.